Ouça THE OLD FASHIONED WAY


Apple Music iTunes
Google Play
Spotify
Deezer
Tidal
Vivo Música Napster
Amazon Music
KKBOX

MY LOVE single

Apple Music iTunes
Google Play
Spotify
Deezer
Tidal
Vivo Música Napster
Amazon Music
KKBOX

AMANHÃ TALVEZ single

Spotify
Google Play
Apple Music iTunes
Deezer
Vivo Música Napster
Tidal

iTUNES Brasil

CD Belô Velloso (1996)
CD Um Segundo (1997)
CD Marés (1998)
CD Acústico (2000)
CD Pegue ou Largue (2001)
CD Belô Samba (2006)
CD Versão brasileira (2009)

iTUNES US

CD Belô Velloso (1996)
CD Um Segundo (1997)
CD Marés (1998)
CD Acústico (2000)
CD Pegue ou Largue (2001)
CD Belô Samba (2006)
CD Versão brasileira (2009)

LOJAS DIGITAIS

Deezer
Amazon
eMusic
Napster Rhapsody
Last.Fm
Spotify
Vivo
Tidal

CDS FÍSICOS & DIGITAIS

TRATORE
O século da canção Em novo trabalho, Belô Velloso afirma seu lado intérprete e homenageia essa expressão do canto em tributo romântico e nostálgico

“The Old Fashioned Way” é o mais recente trabalho da cantora e compositora Belô Velloso, um brinde, por assim dizer, aos seus 22 anos de carreira. O CD, com oito faixas, marca instante de maturidade da artista, que nos apresenta de forma mais enfática a sua personalidade de intérprete. O lançamento oficial ocorre em 28 de setembro, data em que chegará a todas as plataformas digitais. E a escolha do repertório, de maneira emblemática, dialoga com o universo da recriação, mote essencial de todo genuíno artista. São canções românticas que popularam ao longo do século 20, no instante em que se tornaram sucesso o imaginário e o vocabulário musical das pessoas. “Em seu conjunto, as canções escolhidas são uma homenagem à era do rádio e de todo um momento de concepção dessas melodias, harmonias e letras, tão gentis ao cantar”, nos diz Belô, em uma referência clara ao gênero “canção popular”, como foi cristalizado ao longo do século passado, e que teve no veículo rádio o seu maior propagador.

Repertório raro A pesquisa de Belô Velloso levou-a ao resgate de pedras preciosas, como “We’ll Meet Again”, lendária por ter-se constituído um verdadeiro hino dos soldados durante a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945), uma promessa às esposas, noivas, namoradas e entes queridos em geral. Vale notar: o arranjo presente no disco foi calcado na versão da música realizada em 2002 por Johnny Cash, um ídolo da artista brasileira. É natural, portanto, que Belô tenha encontrado no repertório desse astro norte-americano o motivo de “I'll Be Seeing You”. A roupagem recebida pela faixa “I'll Be Seeing You” foi conformada por uma série de elementos aparentemente díspares, mas, uma vez reunidos, traduzem a novidade da interpretação proposta por Belô. A fórmula elaborada pelo arranjador Luciano Calazans reuniu a St. Petersburg Studio Orchestra na execução de cordas; o percussionista Marcelo Costa, com o rastrejar suingado do prato com faca; além do violão brasileiro, porém jazzístico, de José Walter Pereira. A fusão bem temperada surge em uma agradável virada aos nossos acostumados ouvidos a consagradas abordagens musicais.

Atravessando fronteiras As outras faixas do disco estão afinadas pelo mesmo diapasão de identidade, canções que atravessaram décadas sempre ganhando roupagens notáveis de artistas conhecidos no mundo todo, além de estéticas com a recomposição de influências e origens. “Foi um desafio mergulhar em cada uma dessas músicas e traduzi-las da forma como eu canto, com minhas influências e origens”, nos conta Belô. A tradução citada pela interprete é facilmente identificada, por exemplo, na faixa que batiza o disco, “The Old Fashioned Way”, que ganha um balanço surpreendente, soando como um delicado e malandro chorinho. Nessa faixa, a exemplo das demais do disco, o resultado obtido arrebata ao fugir dos conceitos e ideias musicais mais recorrentes ao universo da música brasileira ou dos grandes arranjadores de orquestra norte-americanos.

Além da transposição de fronteiras, sempre presente, o disco transpira delicadeza e emoção em cada intervalo musical de cada uma das músicas, sempre com o acento original do ambiente musical brasileiro. A faixa de abertura do CD, “My Love” (Paul McCartney and Wings, 1973), sintetiza de forma clara um sentimento que perpassa todo o disco e nos mostra a intenção narrativa da artista Belô. Essa faixa também será oferecida como single, a partir do dia 14 de setembro, em todas as plataformas digitais. Esse trabalho de Belô Velloso se constitui em um belo tributo à canção, em um momento em que a constituição daquela forma de compor parece distante e solitária. O mesmo sentimento que nos ocorre, de forma serena e suave, ao escutar esse disco.

Ouça THE OLD FASHIONED WAY agora! ♫ ♫ ♫ Compre agora!

Apple Music iTunes
Google Play
Spotify
Deezer
Tidal
Vivo Música Napster
Amazon Music
KKBOX


Em novo trabalho, Belô Velloso afirma seu lado intérprete e homenageia essa expressão do canto em tributo romântico e nostálgico. DIA 28 de SETEMBRO em todas as lojas digitais.

“The Old Fashioned Way” é o mais recente trabalho da cantora e compositora Belô Velloso, um brinde, por assim dizer, aos seus 22 anos de carreira. Oitavo CD de carreira, com oito faixas, marca instante de maturidade da artista, que nos apresenta de forma mais enfática a sua personalidade de intérprete.

Além da transposição de fronteiras, sempre presente, o disco transpira delicadeza e emoção em cada intervalo musical de cada uma das músicas, sempre com o acento original do ambiente musical brasileiro. A faixa de abertura do CD, “My Love” (Paul McCartney and Wings, 1973), sintetiza de forma clara um sentimento que perpassa todo o disco e nos mostra a intenção narrativa da artista Belô. Essa faixa também será oferecida como single, a partir do dia 14 de setembro, em todas as plataformas digitais.

Ouça MY LOVE agora! ♫ ♫ ♫ Compre agora!

Apple Music iTunes
Google Play
Spotify
Deezer
Tidal
Vivo Música Napster
Amazon Music
KKBOX


Concepção e repertório: Belô Velloso.
Produção Musical: Luciano Calazans.
Direção Artística e de produção: Ana Flávia Miziara.
Direção de produção Maestro Azul Produções: Taís Nader.
Realização: BMGV MUSIC, 2018.
Voz gravada no Estúdio A Guidon, São Paulo.
Engenheiro de gravação de voz e edição do CD: Edielson Aureliano.
Direção de voz: Ana Flávia Miziara.
Violões gravados no Estúdio Casa 752, São Paulo.
Engenheiro de gravação: Leonardo Lenardussi Ferreira.
Percussão gravada no Estúdio Marini, Alexandre Kassin, Rio de Janeiro.
Engenheiro de gravação: Mauro Araújo.
Baixos gravados no Estúdio Ampera, Salvador, Bahia.
Engenheiro de gravação: Jacksandro.
Mixado no Estúdio Ilha dos Sapos, Salvador, Bahia.
Mixagem: Flavio Souza e Luciano Calazans.
Engenheiro de mixagem: Flavio Souza.
Masterização: Estúdio Batmastersom, Rio de Janeiro.
Engenheiro de masterização: Luiz Tornaghi.

MÚSICOS
Violão: José Walter Pereira.
Baixo: Luciano Calazans.
Percussão: Marcelo Costa.

MÚSICOS CORDAS: SAINT PETERSBURG ORCHESTRA

Baixos: Kirill Ziborov e Dmitry Golovchenko.
Violinos: Mikhail Krutik, Anna Arkhipova, Leonid Osipov, Nadezhda Kharitonova, Anton Levin, Lilia Sitdykova, Viktoria Velkova, Evgenia Badaeva, Vasilisa Diminenko, Anton Borisov, Alexander Baranov e Elena Ivanova.
Violas: Sergey Zarubin, Ilya Yelagin, Dmitry Chernyshenko, Igor Bereznev, Alexey Ageev e Sergey Krutik.
Cellos: Elena Gurkina, Vladimir Virok-Stoletov, Kirill Kurshakov, Vsevolod Dolganov.

Saint Petersburg Studio Orchestra
Engenheira de gravação: Kira Malevskaia.
Petersburg Recording Studio. Gravado na Rússia, ulho, 2018.
Arranjos para orquestra de cordas: Maestro Luciano Calazans.
Direção Artística: Maestro Kleber Augusto.

Imprensa — Release: Marijô Zilveti e Luiz Fernando de Araújo Santos.
Foto capa e single: Ricardo Prado.
Assistente de produção de foto: Diogo Andrade.
Capa e Single Design: BMGV MUSIC.
Make-up: Sidney Pelerano.
Cabelo: Marta Costa.

Vídeo-Clipe Direção: Pico Garcez.


THE OLD FASHIONED WAY CD
My Love (Paul McCartney)
Arranjo: Ana Flávia Miziara.

I'll Be Seeing You (Sammy Fain e Irving Kahal)
Arranjo: Belô Velloso, Ana Flávia Miziara e José Walter Pereira.

I Have You (Richard Carpenter)
Arranjo: Belô Velloso e José Walter Pereira.

My Eyes Adored You (Bob Crewe, Kenny Nolan)
Arranjo: Belô Velloso e José Walter Pereira.

All The Things You Are (Jerome Kern e Oscar Hammerstein)
Arranjo: Belô Velloso, Ana Flávia Miziara e José Walter Pereira.

Someday You'll Want Me To Want You (Jimmie Hodges)
Arranjo: Belô Velloso e José Walter Pereira.

We'll Meet Again (Ross Parker, Hugh Charles)
Arranjo: Belô Velloso e José Walter Pereira.

The Old Fashioned Way (Charles Aznavour)
Arranjo: Belô Velloso e José Walter Pereira.



BELÔ VELLOSO TRAJETÓRIA
Cantora e compositora de 8 álbuns, o primeiro lançado em 1996, conta com mais de 22 participações especiais em coletâneas nacionais e compilações internacionais. Seu talento já foi reconhecido inúmeras vezes pela imprensa internacional em destaque.

Seu trabalho é embasado na mistura da MPB, raízes nordestinas com o pop. Em 22 anos de trajetória, o conjunto de sua obra, já vendeu mais de 300 mil cópias (incluindo áudios digitais) dentro e fora do mercado nacional.

Em 2004, realizou a mega turnê americana de 90 dias "Latinas, Women of Latin America", sob a coordenação artística da gravadora americana Putumayo e direção empresarial (international manager) da Columbia Artists, onde se apresentou em mais de 30 cidades para um público superior a 75 mil pessoas.
SUCESSOS
4 de seus sucessos foram destaques nacionais.

• "Por Te Querer", tema da novela "Porto dos Milagres" da Rede Globo.
• "Menos Carnaval", tema da novela da Rede Globo "Era Uma Vez".
• "Desde que o samba é samba", tema do seriado "Mulher" da Rede Globo.
• "Toda Sexta-Feira", tema da campanha de lançamento do resort Costa do Sauípe.

NA WEB · BELÔ NA TECNOLOGIA
A relação de Belô Velloso com a Internet vem desde 1998 quando estreou seu programa de rádio intitulado "MPB WebRadio" ao vivo. Foi a 1ª artista brasileira a apresentar uma rádio on-line, com música 24 horas por dia e a 1ª webradio da Internet brasileira, lançada pelo portal Universo Online, atingindo em seus 8 anos mais de 1 milhão de ouvintes.

Em 1999, foi a 1ª artista a apostar no áudio digital integrando o casting da BMGV MUSIC, a 1ª gravadora online legalizada da Internet, e apostando neste tipo de formato (de venda de áudio diigtal em MP3) e serviço inédito no Brasil.

Em 2006, foi a 1ª artista a estrear sua própria loja virtual de música, intitulada "Belô Music", onde centraliza todas as vendas de seus áudios digitais e lança gravações inéditas exclusivas para o internauta.
DISCOGRAFIA
1996 · Belô Velloso (Velas)
1997 · Um Segundo (Velas)
1999 · MarÉs (PlayArte Music)
2000 · Acústico · ao vivo voz & violão (PlayArte Music)
2002 · Pegue ou Largue (PlayArte Music)
2006 · Belô Samba · coletânea 10 anos (BMGV Music)
2009 · Versão Brasileira (BMGV Music)
2018 · The Old Fashioned Way (BMGV Music)
SINGLES DIGITAIS
2006 · single digital "Samba Rasgado"
2011 · single digital "Everybody Hurts"
2017 · single digital "Amanhã Talvez"
2018 · single digital "My Love"
INTERNATIONAL PRESS
Belô Velloso has a supple, airy voice that can caress a melody even when it rides a swaggering sambareggae beat. (The New York Times — Jon Pareles)

Belô Velloso, brings a warm, guileless voice to immaculately graceful pop. (The New York Times — Jon Pareles)

Belô Velloso is something of a hybrid torch, show-tune singer: decidedly Brazilian. (The New York Times — Choire Sicha)

Belô Velloso caresses the melodies, making the songs seem to come straight from the heart. (The New York Times — Jon Pareles)

Belô Velloso has the merits of escaping from the dictatorship which ravages Brazilian pop music... has a beautiful timbre of voice and a good taste for repertory. (Billboard)

Belô Velloso. This young Brazilian singer brings a warm, guileless voice to immaculately graceful pop. The album's dozen pop songs touch on Brazilian styles like bossa nova, forro and pagode samba, and bring a Brazilian subtlety to borrowings from reggae, salsa, funk and nuevo flamenco. The arrangements maintain a light touch while Ms. Velloso caresses the melodies, making the songs seem to come straight from the heart. (The New York Times)


COPYRIGHT ® 1998 BELÔ VELLOSO & BMGV
Textos, áudios e imagens © Todos os direitos reservados.